Machu Picchu 183 artigos
mitos e verdades sobre a viagem a Machu Picchu
Clique para classificar o artigo

8 mitos e verdades sobre a viagem a Machu Picchu

Foi descoberto por Hiram Bingham? Os conquistadores espanhóis não sabiam da sua existência? Não é possível visitá-lo na época das chuvas? A Cidadela Inca só é acessível pela difícil Trilha Inca? Se você está prestes a viajar para Machu Picchu, tire suas dúvidas. Estes são os mitos e verdades que você deve conhecer sobre a Maravilha do Mundo.



Estos son algunos mitos y verdades sobre el viaje a la ciudad inca de Machu Picchu
Estes são alguns dos mitos e verdades sobre a viagem à cidade inca de Machu Picchu

Devo realmente comprar o ingresso para Machu Picchu online?
Hoje, Machu Picchu é considerada uma das ‘Sete Maravilhas do Mundo’. O ingresso para a cidadela Inca deve ser reservado com antecedência devido à grande procura. Caso contrário corre-se o risco de não encontrar disponibilidade. Embora existam alguns ingressos à venda na cidade de Aguas Calientes (mil ingressos), a opção mais segura é sempre fazer a compra online.


Foi descoberto por Hiram Bingham?

  • O mais correto é dizer que Machu Picchu nunca foi descoberto. Os moradores próximos ao local já sabiam de sua existência.
  • Foi o explorador americano Hiram Bingham, o homem que tornou pública ao mundo a existência da Cidadela Inca de Machu Picchu em uma viagem em 1911..
  • Porém, segundo o escritor cusco Américo Rivas (autor do livro ‘Agustín Lizárraga, o grande descobridor de Machu Picchu’), nove anos antes da chegada do norte-americano, o agricultor peruano Lizárraga explorou o local e destacou aos seus conhecidos a importância da os restos arqueológicos da cidadela.

Os conquistadores espanhóis não sabiam da sua existência?

  • Mito. Os conquistadores espanhóis sabiam da existência da cidadela Inca.
  • Segundo a pesquisa do Dr. John Rowe, após a conquista do Peru pelos espanhóis, Hernando Pizarro recebeu uma encomienda (grupo de indígenas que eram obrigados a prestar homenagem) que incluía os habitantes deste lugar.
  • Existem até restos de um incêndio no Templo do Sol em Machu Picchu. Este incêndio ocorreu durante uma visita dos espanhóis à cidadela Inca no século XVI.
  • Porém, devido à sua pequena população, não gozou de destaque no Vice-Reino. Assim, Machu Picchu foi gradualmente abandonado até ser completamente abandonado.

A Cidadela Inca só é acessível pela Trilha Inca?

  • Falso. Embora a Trilha Inca na época de Tahuantinsuyo fosse o principal caminho para chegar a Machu Picchu, isso mudou com a modernidade.
  • Hoje, existem muitas maneiras de chegar à Cidadela Inca. A principal delas é através de um trem que segue o percurso do rio Vilcanota e depois sobe uma montanha (de ônibus ou a pé).
  • Porém, a Trilha Inca ainda é uma opção. Existem duas rotas: a Trilha Inca Clássica de 4 dias ou a Trilha Inca Curta de 2 dias. Ambos permitem apreciar Machu Picchu pela primeira vez desde o Intipunku (Portão do Sol), assim como fizeram os Incas.
  • Além disso, existe outra forma de chegar a Machu Picchu. Esta é a rota hidrelétrica de 5 horas da cidade de Cusco. O último trecho é feito a pé por 10 quilômetros (2 horas) até a cidade de Aguas Calientes.
  • Outras rotas de caminhada de vários dias usam esta rota pela Hidroeléctrica para chegar a Machu Picchu. Essas rotas são: a caminhada Salkantay ou a Selva Inca.
Vista de Macchu Picchu ao entrar pela trilha Inca
Vista de Macchu Picchu ao entrar pela trilha Inca

Subir de Aguas Calientes a Machu Picchu é impossível?

  • Mito. Existem duas opções para chegar a Machu Picchu depois de chegar à cidade de Aguas Calientes. A primeira é a pé por uma encosta que leva aproximadamente 2 horas. A outra é pegar um ônibus que o levará à Cidadela Inca em cerca de 30 minutos.
  • A maioria dos visitantes prefere pegar o ônibus porque o trecho é ascendente (aproximadamente 10 quilômetros). No entanto, muitos turistas, especialmente os jovens, gostam de subir a pé.
  • O percurso pedestre é feito subindo escadas de pedra até chegar a Machu Picchu. A caminhada dura 2 horas ou um pouco mais, dependendo da condição física do visitante. É grátis para todos.

Não é possível visitá-lo na época das chuvas?

  • Mito. Na estação das chuvas (novembro a março) você também pode visitar a Cidadela Inca de Machu Picchu.
  • Embora o número de turistas não seja tão grande como na época de seca (abril a outubro), ainda é possível desfrutar deste destino.
  • As chuvas podem deixar os visitantes desconfortáveis. Isto especialmente para turistas que desejam tirar a clássica foto de cartão postal em Machu Picchu. Quando chove, a neblina pode impedir que você tire aquela foto dos sonhos.
  • Recomenda-se trazer capa de chuva. Durante a estação das chuvas, quando não chove, você pode tirar lindas fotos de Machu Picchu com uma vegetação impressionante.
  • As chuvas não ocorrem o dia todo e os preços podem ser mais baratos. Em fevereiro, a Trilha Inca fica fechada para manutenção e só pode ser alcançada de trem.
Machu Picchu coberto de nuvens e neblina na estação chuvosa
Machu Picchu na estação chuvosa

Mascar folha de coca está ficando chapado?

  • Falso. A folha de coca é uma erva medicinal natural nativa dos Andes amazônicos. Seu papel no Império Inca foi muito valioso como usina de energia natural..
  • Até hoje, os habitantes dos Andes utilizam esta folha para ajudar a reduzir a sensação de fome e o esforço físico. Na Trilha Inca, mascar folhas de coca é altamente recomendado.
  • Infelizmente, a folha de coca é o produto base para a fabricação da cocaína. Porém, mascar folha de coca não tem restrições no Peru.

É perigoso escalar a montanha Huayna Picchu?

  • Mito. Subir e descer a montanha Huayna Picchu não é perigoso, é cansativo. A inclinação da subida pode provocar sensações de vertigem no visitante.
  • Porém, se você seguir as medidas de segurança não há risco. A procura de ingressos é grande, por isso os ingressos devem ser adquiridos com pelo menos dois meses de antecedência.
  • Há alguns anos era permitido visitar o Templo da Lua nas encostas da montanha Huayna Picchu. Hoje este percurso está fechado ao público por questões de segurança.
  • A entrada na montanha Huayna Picchu é permitida apenas a visitantes maiores de 12 anos..
Turistas en la montaña Huayna Picchu
Turistas descendo da montanha Huayna Picchu

Montanha Machu Picchu
Além da montanha Huayna Picchu, existe outra rota de caminhada na cidadela Inca. Esta é a rota para a montanha Machu Picchu. É mais longo que Huayna Picchu, mas com menos declives. Além disso, existe o caminho para a montanha Huchuy Picchu. Este cume é apenas uma encosta de Huayna Picchu, então a caminhada é fácil e adequada para todos. Todos os tours oferecem belas paisagens da cidadela Inca.


O mal da altitude realmente existe?

  • VERDADEIRO. O mal da altitude ou ‘soroche’ não é um mito e seus sintomas podem ser sentidos principalmente na cidade de Cusco (3.399 metros acima do nível do mar).
  • Os sintomas do mal da altitude geralmente ocorrem em regiões geográficas que ultrapassam 2.400 metros acima do nível do mar.
  • O mal da altitude é causado pela má adaptação do corpo à baixa pressão de oxigênio em locais em grandes altitudes. Os sintomas geralmente consistem em: náuseas, vômitos, agitação, cansaço físico, dor de cabeça e outros.
  • Geralmente não é necessário atendimento médico, mas o repouso é. Os casos mais complicados cicatrizam em dias ou semanas até que o corpo se acostume com o clima andino. É aconselhável beber um chá de coca para combater o mal da altitude.
  • Os sintomas costumam ocorrer de forma mais intensa ao visitar destinos turísticos de grande altitude, como a lagoa Humantay (4.200 metros acima do nível do mar) ou Vinicunca (5.200 metros acima do nível do mar).
  • Em qualquer caso, é recomendável passar um ou dois dias para se adaptar à geografia andina de Cusco antes de visitar os atrativos turísticos de grande importância geográfica. Desta forma, o turista estará melhor adaptado à Cordilheira dos Andes e os sintomas do mal da altitude serão mínimos.
  • Machu Picchu está localizada a 2.430 metros acima do nível do mar, portanto os sintomas do mal da altitude são mínimos.

Conselhos de pessoas que estiveram lá

Machu Picchu

Kike P.Por: Kike P.

“Majestoso, lindo, imenso!“

“Fomos em família passar 5 dias em Cusco e é preciso dizer que ir a Machu Picchu é um destino imperdível. Embora tenhamos que acordar cedo, a experiência é maravilhosa. Primeiro pegamos um ônibus para Ollantaytambo, depois pegamos um dos trens mais bonitos do mundo. Não só pelas paisagens, mas pela atenção dos peruanos. O trem nos levou até Aguas Calientes, onde depois pegamos um ônibus para subir até o Santuário, que é imenso, lindo, majestoso.“

 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, janeiro 23, 2024