Machu Picchu 206 artigos
Enjoo da montanha na viagem a Cusco
Clique para classificar o artigo

Enjoo da montanha na viagem a Cusco

Cusco está localizada no coração da Cordilheira dos Andes, no Peru. Nesta geografia andina é comum que os visitantes sofram os sintomas do mal da montanha. Esta condição é natural em todos os visitantes não habituados à baixa pressão de oxigénio (em geografias superiores a 2.400 metros acima do nível do mar). A cidade de Cusco está localizada a 3.399 metros acima do nível do mar, por isso é comum que os turistas sofram do enjôo da montanha. Quais são os sintomas? Como reduzi-los? Saber mais!



Mal de Altura
Doença de altitude (Soroche). O que fazer?

Vinicunca, a atração turística mais alta de Cusco
Vinicunca é a atração turística mais alta de Cusco. Ele está localizado a 5.200 metros acima do nível do mar (17.060,37 pés). Devido a esta altitude elevada, recomenda-se que a visita seja feita no último ou penúltimo dia de visita a Cusco. Assim o turista estará melhor adaptado à geografia andina e os sintomas do mal da montanha serão menores. A visita a Vinicunca inclui uma caminhada final de 2 horas. Esta caminhada é um desafio para muitos. Opcionalmente, você pode alugar um cavalo de um residente local.


O que é o mal da montanha?

  • Em grandes altitudes, algumas pessoas podem sentir o mal da altitude, também conhecido como mal agudo da montanha ou simplesmente soroche.
  • Esta condição está associada à baixa pressão de oxigênio que ocorre em grandes altitudes. Pode apresentar desde dores de cabeça e náuseas, até sintomas mais graves, que em alguns casos requerem internação hospitalar.
  • A aclimatação correta evitará que os sintomas sejam muito fortes. E assim o turista poderá desfrutar dos atrativos turísticos de Cusco sem problemas.
  • O mal da montanha pode atacar qualquer pessoa, especialmente visitantes que vêm de uma região próxima ou ao nível do mar.

Cusco e o mal da montanha

  • O mal da montanha geralmente apresenta seus principais sintomas em latitudes acima de 2.400 metros acima do nível do mar. A cidade de Cusco, capital do departamento de mesmo nome, está localizada a 3.399 metros acima do nível do mar. Ou seja, no território de Cusco é comum sofrer os sintomas do mal da montanha, pelo menos no primeiro ou segundo dia de visita.
  • Uma vez em Cusco, são necessários pelo menos 2 dias de aclimatação antes de iniciar qualquer atividade. Porém, desde o primeiro dia, o visitante que se sentir bem poderá iniciar as excursões.
  • O Vale Sagrado dos Incas, localizado a 2.800 metros acima do nível do mar. É o melhor lugar para se aclimatar antes de visitar Machu Picchu, ou qualquer outra experiência em Cusco. Na cidade de Urubamba (2.871 metros acima do nível do mar) existem excelentes hotéis de 5, 3, 2 estrelas e muito mais.
  • Ollantaytambo (2.792 metros acima do nível do mar) é outra cidade andina adequada para a aclimatação antes de realizar as diferentes experiências em Cusco.
  • Após um ou dois dias de aclimatação, seja em Cusco ou no Vale Sagrado, o visitante pode desfrutar de Cusco com poucos sintomas de mal da montanha.

Como evitar o mal da montanha?

  • Para reduzir os sintomas do mal da montanha, é aconselhável beber bastante líquido e evitar ao máximo refeições pesadas e esforços físicos, principalmente enquanto estiver em Cusco.
  • O chá de coca é usado desde a época dos Incas e é um remédio natural e eficaz para prevenir e aliviar o mal da altitude. Mas se você é uma das pessoas que prefere medicamentos, os comprimidos de sorojchi são muito eficazes no combate.
  • Sabe-se que quem tem mais de 50 anos tem menos probabilidade de adoecer por causa do mal da altitude; No entanto, por experiência, sabemos que o mal da altitude pode atacar qualquer pessoa, independentemente da sua condição física, idade ou saúde.
  • Lembre-se de como combater o mal da altitude, principalmente se você vier de cidades próximas ao nível do mar. Os sintomas do mal da montanha podem ser mais desconfortáveis ​​para os visitantes do litoral.
  • Machu Picchu está localizada a 2.400 metros acima do nível do mar, então você não terá que se preocupar muito com a altitude; Porém, Cusco está localizado a 3.399 metros acima do nível do mar, tome precauções.

Quais são os sintomas do mal da montanha?

  • Não ter uma aclimatação adequada em Cusco aumenta o risco de contrair o mal da montanha. Os sintomas mais comuns são: dor de cabeça, náusea, dispneia e letargia.
  • Outro sintoma um tanto incomum é a insônia noturna. Esses sintomas costumam aparecer com mais intensidade no primeiro ou segundo dia de visita a Cusco.
  • Embora não seja um sintoma incômodo, é normal que quem pratica atividade física em Cusco sinta a respiração pesada. Isso pode ser sentido até mesmo ao caminhar pelas ruas íngremes da cidade.
  • Em muitos casos, os hotéis de Cusco recebem seus hóspedes com chá de coca, mas é aconselhável tomá-lo antes mesmo de chegar à cidade de Cusco. Dessa forma, você reduzirá as chances de adoecer. Tudo será muito fácil para você se você tiver um horário flexível no primeiro dia de sua chegada.

Recomendações para controlar o mal da montanha em Cusco

Sobre comida

  • A cidade de Aguas Calientes oferece muitas opções para saborear a deliciosa comida peruana. Porém, você deve ter cuidado ao escolher onde comer. Verifique se mantém condições de higiene adequadas. Caso você não saiba, a digestão é mais lenta em altitudes mais elevadas, por isso recomendamos evitar refeições pesadas. Isto não é apenas para evitar a indigestão, mas também porque é uma forma de prevenir o mal da montanha.

Sobre a água

  • Não beba diretamente a água que sai das torneiras, seja na cidade de Cusco ou na cidade de Aguas Calientes. É aconselhável beber água fervida ou engarrafada. Ambas são opções seguras e você pode encontrá-las em todos os restaurantes ou vinícolas de Cusco. Evite lavar-se e tomar banho nas águas de rios e lagoas próximas, pois podem estar contaminadas, causando graves infecções nos olhos e ouvidos. As fontes termais são seguras para tomar banho. Não perca a oportunidade de visitar as águas termais de Aguas Calientes ou Cocalmayo.

Cuide da sua pele

  • No Peru e arredores, a radiação solar apresenta índices muito elevados devido à sua proximidade com o equador. Recomenda-se evitar a exposição solar direta e usar proteção mesmo em dias nublados. O melhor é usar protetor solar, chapéus, óculos escuros e o que achar necessário. Durante sua visita a Machu Picchu, não esqueça de um poderoso repelente de insetos, pois você se encontrará no meio da selva, onde os insetos abundam.

Perguntas e respostas

  • 1) Posso sofrer do mal da montanha em Cusco?

    Sim, Cusco está localizado a 3.399 metros acima do nível do mar. Nessa altitude é comum sofrer os sintomas do mal da montanha.

  • 2) Qual é a altura de Cusco?

    A cidade de Cusco está a 3.399 metros acima do nível do mar. Machu Picchu está localizada a 2.430 metros acima do nível do mar. Urubamba, no Vale Sagrado dos Incas, está a 2.871 metros acima do nível do mar.

  • 3) Posso pegar enjôo nas montanhas em Machu Picchu?

    O mal da montanha é comum em latitudes acima de 2.400 metros acima do nível do mar. Machu Picchu está localizada a 2.430 metros acima do nível do mar. Portanto, podem ocorrer sintomas moderados do mal da montanha.

  • 4) Qual é o sintoma mais comum do mal da montanha?

    A fadiga é o sintoma mais comum do mal da montanha ao visitar Cusco. Isso é comum, principalmente, no primeiro dia de chegada em Cusco. Recomenda-se dormir bem, evitar alimentos gordurosos ou bebidas alcoólicas. Isso pode reduzir os sintomas.

  • 5) Que pílula tomar para combater o mal da montanha?

    A pílula mais recomendada contra o mal da montanha são as pílulas sorojchi. Você pode obtê-lo em qualquer farmácia de Cusco.

  • 6) Como combater o mal da montanha naturalmente?

    O mal da montanha ocorre devido à baixa pressão de oxigênio em latitudes de grande altitude. Os sintomas fortes geralmente desaparecem automaticamente após um ou dois dias de aclimatação. Depois é recomendado beber infusões quentes, reidratar-se e dormir bem.

  • 7) Posso sofrer do mal da montanha enquanto visito Vinicunca?

    Sim, Vinicunca está localizada a 5.200 metros acima do nível do mar. É uma das maiores atrações turísticas do Peru. Por isso, é comum que os visitantes sintam alguns sintomas do mal da altitude. Para reduzi-los, recomenda-se fazer a visita no último ou penúltimo dia da viagem.

  • 8) Onde ficar para se adaptar melhor ao enjôo da montanha em Cusco?

    Para uma boa adaptação em Cusco, uma boa opção é hospedar-se no Vale Sagrado dos Incas. Existe uma excelente oferta hoteleira nas localidades de Urubamba (2.871 metros acima do nível do mar) e Ollantaytambo (2.792 metros acima do nível do mar).

  • 9) Preciso de vacinas contra o mal das montanhas em Cusco?

    Não são necessárias vacinas especiais para visitar Machu Picchu, Lima, Cusco, o Lago Titicaca em Puno ou a Cordilheira Branca em Arequipa, Peru. Mas recomendamos consultar o seu médico sobre suas necessidades individuais em uma viagem como esta.

  • 10) É seguro beber chá de coca para combater o mal da montanha?

    Sim, desde a época dos Incas, o chá de coca permitiu uma boa adaptação e redução dos sintomas do mal da montanha. Você pode beber em qualquer café ou restaurante de Cusco.

 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, janeiro 29, 2024