Machu Picchu 183 artigos
Guia completo para viajar sem tour
Clique para classificar o artigo

Machu Picchu: guia completo para viajar sem tour

Machu Picchu é um dos destinos turísticos mais visitados do planeta. É famosa por sua formidável paisagem andina, bem como por suas históricas construções de pedra. Muitos turistas se perguntam como visitar a maravilha dos Incas. E, mais especificamente, como ir por conta própria sem comprar um pacote turístico com tudo incluído. Neste guia completo, você aprenderá como viajar para Machupicchu por conta própria, passo a passo e sem complicações.



Machu Picchu sem excursão
Machu Picchu sem excursão

Quanto custa visitar Machu Picchu sem uma excursão?
Uma excursão de um dia com tudo incluído para Machu Picchu (exceto almoço) custa cerca de US$ 280. Viajar por conta própria custa cerca de US$ 210 (com tudo incluído, incluindo o almoço). Os peruanos, tendo a opção de viajar de trem local (muito mais barato), reduzem os custos. Para eles, uma viagem de 1 dia com tudo incluído por conta própria custa cerca de US$ 62.


Machu Picchu, por que visitá-la?

Há muitos motivos para visitar Machu Picchu. Aqui estão apenas alguns deles:

  • Machu Picchu é considerada uma das 7 maravilhas do mundo moderno, de acordo com uma votação mundial realizada em 7 de julho de 2007.
  • Machu Picchu é um dos lugares mais fotografados do planeta. De acordo com o Instagram, a Torre Eiffel foi fotografada por 4,5 milhões de pessoas. A cidadela inca está em décimo segundo lugar, com 745.716 pessoas.
  • Machu Picchu é um lugar com muita história. Sua construção foi ordenada pelo imperador Pachacútec em 1450 como uma cidadela, um recinto religioso e um ponto estratégico nos limites do leste.

Machu Picchu: todas as suas construções

Durante sua visita a Machu Picchu, você poderá ver as construções incas. Entre as mais famosas estão as seguintes:

  • O templo do sol – O sol era o deus tutelar dos incas. Em Machu Picchu, o templo mais importante era dedicado ao sol, também chamado de “Inti”. É o único com formato semicircular. Tem paredes finas, janelas e nichos.
  • O templo principal – Na praça principal, há um recinto com três grandes paredes onde aconteciam as cerimônias públicas mais importantes de Machu Picchu. Esse templo parece danificado pela passagem do tempo.
  • O intihuatana.- O Intihuatana (relógio solar) ajudava a calcular a época de semeadura e colheita na cidadela inca. Ele é esculpido em três níveis. Diz-se que, ao aproximar suas mãos dele, você é preenchido com a energia do sol.
  • A rocha sagrada – Ao norte de Machupicchu está essa pedra esculpida no formato de uma montanha. Os incas adoravam as montanhas ou “apus” (grande senhor). A rocha tem 3 metros de altura e 7 metros de largura.
  • O templo das 3 janelas – Ao lado do templo principal fica essa construção feita de grandes pedras esculpidas com perfeição para formar três janelas. Os incas acreditavam que o mundo era dividido em três mundos: o mundo superior (Hanan pacha), o mundo terreno (Kay pacha) e o submundo (Ukhu pacha).
  • O templo do condor – O condor (kuntur) era adorado pelos incas porque comunicava o mundo terreno com o mundo celestial. Em Machupicchu, os incas esculpiram duas pedras que, vistas de longe, formavam a figura desse pássaro andino.
  • Espelhos d’água – Em um cômodo, os incas construíram duas formações cilíndricas no chão que, quando cheias de água, refletiam o céu, o sol e as estrelas, entidades sagradas. Esse cômodo é chamado de “os espelhos d’água”.
  • A casa do Inca – Esse recinto era usado como local de descanso para o imperador inca ou sua família quando visitavam Machu Picchu. Possui vários cômodos, banheiros próprios, janelas e tudo é feito de pedra esculpida de alta qualidade.
  • A casa do guardião – Essa construção rústica era usada como um ponto de observação para vigiar a cidadela inca. Nessa área, você pode tirar as clássicas fotos de cartão postal de Machu Picchu. É também onde as lhamas pastam.


Mapa de Machu Picchu em Cusco

Mapa de Machu Picchu em Cusco

O mais importante! : a entrada para Machu Picchu

Para viajar para Machu Picchu sem uma excursão, o mais importante, sem dúvida, é comprar o ingresso de entrada para Machu Picchu on-line com um ou mais meses de antecedência, porque Machu Picchu, sendo um local histórico de grande importância, é protegido pelo Estado peruano e pela Unesco. Portanto, o número de visitantes por dia é restrito. Os ingressos têm disponibilidade limitada. Em conclusão, eles devem ser comprados com um ou mais meses de antecedência.

Para comprar um ingresso para Machu Picchu, é necessário acessar a página oficial de vendas: www.machupicchu.gob.pe. Há diferentes tipos de ingressos. A maioria deles deve ser comprada com um ou dois meses de antecedência.O ingresso “Machupicchu + Huaynapicchu” deve ser comprado com 3 a 4 meses de antecedência. Saiba mais sobre os ingressos abaixo!


Tipos de entradas para Machu Picchu e seus horários

Há até cinco tipos de ingressos para Machu Picchu:

  1. O bilhete Machupicchu Solo – Ele permite que você visite a cidadela inca com o circuito mais completo.
  2. O ingresso Machupicchu + Huaynapicchu – Ele permite que você visite a cidadela inca (com circuito parcial 4), bem como a montanha Huayna Picchu.
  3. Ingresso Machupicchu + Montanha – Ele permite que você visite a cidadela inca (com circuito parcial 3), bem como a montanha Machu Picchu.
  4. O ingresso Machupicchu + Huchuypicchu – Ele permite que você visite a cidadela inca (com circuito parcial 4), bem como a montanha Huchuy Picchu.
  5. Ingresso para Machupicchu + Ponte Inca – Ele permite que você visite a cidadela inca (com o circuito mais completo), bem como a ponte inca de Machupicchu.

Estes são os horários para cada um dos cinco tipos de bilhetes:

  1. Bilhete Machupicchu Solo:
    • Horário 1 – Admissão das 6 às 7 horas.
    • Horário 2 – Admissão das 7 às 8 horas.
    • Horário 3 – Admissão das 8 às 9 horas.
    • Horário 4 – Admissão das 9 às 10 horas.
    • Horário 5 – Admissão das 10 às 11 horas.
    • Horário 6 – Admissão das 11 às 12 horas.
    • Horário 7 – Admissão das 12 às 13 horas.
    • Horário 8 – Admissão das 13 às 14 horas.
    • Horário 9 – Admissão das 14 às 15 horas.
    • Horário 9 – Admissão das 15 às 16 horas.
  2. Bilhete Machupicchu + Huaynapicchu:
    • Horário 1 – Entrada das 7 às 8 horas (para Machupicchu) / Entrada das 8 às 9 horas (para Huaynapicchu).
    • Horário 2 – Entrada das 8 às 9 horas (para Machupicchu) / Entrada das 9 às 10 horas (para Huaynapicchu).
    • Horário 3 – Entrada das 9 às 10 horas (para Machupicchu) / Entrada das 10 às 11 horas (para Huaynapicchu).
    • Horário 4 – Entrada das 10 às 11 horas (para Machupicchu) / Entrada das 11 às 12 horas (para Huaynapicchu).
  3. Bilhete Machupicchu + Montaña:
    • Horário 1 – Entrada das 7 às 8 horas (para Machu Picchu) / Entrada das 8 às 9 horas (para a montanha de Machu Picchu).
    • Horário 2 – Entrada das 9 às 10 horas (para Machu Picchu) / Entrada das 10 às 11 horas (para a montanha de Machu Picchu).
  4. Bilhete Machupicchu + Huchuypicchu:
    • Horário 1 – Entrada das 7 às 8 horas (para Machupicchu) / Entrada das 8 às 9 horas (para Huchuy Picchu).
    • Horário 2 – Entrada das 8 às 9 horas (para Machupicchu) / Entrada das 9 às 10 horas (para Huchuy Picchu).
    • Horário 3 – Entrada das 9 às 10 horas (para Machupicchu) / Entrada das 10 às 11 horas (para Huchuy Picchu).
    • Horário 4 – Entrada das 10 às 11 horas (para Machupicchu) / Entrada das 11 às 12 horas (para Huchuy Picchu).
    • Horário 5 – Entrada das 11 às 12 horas (para Machupicchu) / Entrada das 12 às 13 horas (para Huchuy Picchu).
  5. Bilhete Machupicchu + Puente Inca:
    • Horário 1 – Entrada das 7 às 8 horas (para Machupicchu) / Entrada das 8 às 9 horas (para Puente Inca).
    • Horário 2 – Entrada das 8 às 9 horas (para Machupicchu) / Entrada das 9 às 10 horas (para Puente Inca).
    • Horário 3 – Entrada das 9 às 10 horas (para Machupicchu) / Entrada das 10 às 11 horas (para Puente Inca).
    • Horário 4 – Ingresso das 10 às 11 horas (para Machupicchu) / Ingresso das 11 às 12 horas (para Puente Inca).
    • Horário 5 – Ingresso das 11 às 12 horas (para Machupicchu) / Ingresso das 12 às 13 horas (para Puente Inca).
    • Horário 6 – Ingresso das 12 às 13 horas (para Machupicchu) / Ingresso das 13 às 14 horas (para Puente Inca).
    • Horário 7 – Ingresso das 13 às 14 horas (para Machupicchu) / Ingresso das 14 às 15 horas (para Puente Inca).
    • Horário 8 – Ingresso das 14 às 15 horas (para Machupicchu) / Ingresso das 15 às 16 horas (para Puente Inca).
    • Horário 9 – Entrada das 15 às 16 horas (para Machupicchu) / Entrada das 16 às 17 horas (para Puente Inca).


Comece a viajar do exterior para a cidade de Cusco.

Em princípio, a grande maioria dos países não exige visto para entrar no Peru.. Todos os países da América do Sul, a União Europeia e quase toda a América do Norte podem viajar para o Peru sem problemas.
De qualquer lugar do mundo, pegue um voo internacional para o aeroporto Jorge Chávez em Lima, capital do Peru.

De lá, você pegará o voo que, em apenas uma hora, o levará à cidade de Cusco, a uma altitude de 3.399 metros acima do nível do mar.


Voos de Lima para Cusco: compra de passagens

Da cidade de Lima, são 1.108 quilômetros de estrada até a cidade de Cusco, no coração da Cordilheira dos Andes.

Do aeroporto de Lima, há partidas diárias para a cidade de Cusco, o destino preferido dos visitantes do Peru.

Você pode comprar suas passagens aéreas no aeroporto. Entretanto, para obter um preço melhor, é recomendável fazer isso on-line com antecedência.

Algumas das companhias aéreas que voam de Lima para Cusco e vice-versa são: jetsmart, sky e latam.


Alojamientos turísticos y hoteles en Cuzco

A cidade de Cusco foi a capital do império inca, também chamado de Tahuantinsuyo. Atualmente, é o epicentro do turismo no Peru. Dezenas de hotéis e alojamentos turísticos, de simples albergues a hotéis 5 estrelas, foram criados para atender a uma demanda tão alta.

Albergues recomendados na cidade de Cusco:

  • Kurumi Hostel Cusco.
  • Inka Wild Cusco.
  • Loki Hostel Cusco.
  • Kokopelli Hostel Cusco.

Hotéis 3 estrelas recomendados na cidade de Cusco:

  • Royal Inn Cusco Hotel.
  • Hotel El Balcón.
  • Amaru Inca Hotel.
  • El Mariscal Cusco Hotel.

Hotéis 4 estrelas recomendados na cidade de Cusco:

  • Sonesta Hotel Cusco.
  • Hilton Garden Inn Cusco.
  • Hotel Novotel Cusco.
  • Hotel San Agustín El Dorado.

Hotéis 5 estrelas recomendados na cidade de Cusco.

  • JW Marriott El Convento Cusco.
  • Hotel Palacio del Inka.
  • Monasterio Belmond Hotel.
  • Palacio Nazarenas Belmond Hotel.

A viagem de Cusco a Ollantaytambo
A primeira maneira de viajar para Machu Picchu sem uma excursão é a rota Cusco – Ollantaytambo. A viagem pode ser feita por transporte público e leva aproximadamente 1 hora e 45 minutos (61 quilômetros por estrada). Os carros ou minivans saem da rua Pavitos, no centro de Cusco. A passagem custa 12 soles. A viagem passa pelas belas paisagens do Vale Sagrado dos Incas: o vilarejo de Chinchero e o vilarejo de Urubamba.


A viagem para Machu Picchu: a passagem de trem para Machu Picchu

A viagem para Machu Picchu começa na cidade de Cusco.

Cusco fica a aproximadamente 100 quilômetros por estrada e trem até a cidadela inca de Machupicchu.

A rota escolhida pela maioria dos turistas é:

  • a) De Cusco a Ollantaytambo de ônibus
  • b) De Ollantaytambo para Aguas Calientes de trem e
  • c) De Aguas Calientes a Machupicchu de ônibus.

As passagens de ônibus estão prontamente disponíveis na própria Cusco. Entretanto, as viagens de trem devem ser compradas on-line com pelo menos três semanas de antecedência.

Os serviços da Peru Rail são: trem local (somente para peruanos), trem turístico Expedition, trem turístico Vistadome e trem turístico Hiram Bingham (serviço de luxo).

Os serviços da Inca Rail são: O trem turístico Voyager, o trem turístico 360, o trem turístico de primeira classe e o trem turístico privado (serviço de luxo).

Você pode comprar sua passagem de trem no site da Peru Rail (www.perurail.com) ou da Inca Rail (www.incarail.com). No momento da reserva, você precisará escolher um horário. Escolha aquele que melhor se adapte ao período de sua visita a Machu Picchu.

Trem em Machu Picchu
Trem em Machu Picchu


Outras opções de viagem para Machu Picchu

Além da viagem de trem para Machu Picchu (rota Ollantaytambo), essas são as outras duas opções para visitar a cidadela inca:

  • Rota alternativa para Machu Picchu via Hidroelétrica – Essa rota também é conhecida como “Machupicchu de ônibus”. Começa com uma viagem de ônibus de 6 horas da cidade de Cusco até a estação hidrelétrica na selva de Cusco (vilarejo de Santa Teresa na província de La Convención). Lá, você faz uma famosa caminhada de 10 quilômetros em estradas planas (ao longo do trilho do trem) cercada por uma natureza incrível. Depois de quase 2 horas de caminhada, você chega a Aguas Calientes, onde passará a noite para visitar Machu Picchu no dia seguinte.
  • Rota aventureira para Machu Picchu na Trilha Inca 4 dias – A Trilha Inca é uma rota turística que só pode ser feita acompanhada por uma agência de turismo autorizada. Ela percorre as trilhas incas originais durante 4 dias (aproximadamente 39 quilômetros). Todas as noites você acampa perto de sítios arqueológicos incas e de uma incrível paisagem andina e tropical. No quarto dia, você chega a Machupicchu da mesma forma que os incas faziam, ou seja, pelas montanhas. Ao cruzar o Intipunku (Portão do Sol), você terá a primeira vista panorâmica da cidadela. As excursões devem ser reservadas com 4 a 5 meses de antecedência.

A viagem de ônibus para Machu Picchu

Aguas Calientes também é chamada de cidade de Machupicchu devido à sua proximidade com a cidadela inca: fica a apenas 10 quilômetros de distância.

A grande maioria dos turistas percorre esses 10 quilômetros de ônibus turístico. A razão para isso é que a estrada é em aclive nas encostas das altas montanhas. Dessa forma, os turistas chegam com toda a energia necessária para continuar o passeio pelo sítio arqueológico.

A viagem de ônibus é um serviço turístico confortável e seguro. Todos os turistas viajam em seus respectivos assentos. O ônibus é ecologicamente correto.

Os ônibus saem a partir das 5h30 da cidade de Aguas Calientes (Machu Picchu abre às 6h e a viagem de ônibus leva 30 minutos). As passagens podem ser compradas no dia na bilheteria do vilarejo ou do lado de fora de Machu Picchu (tanto para a ida quanto para a volta).

Entretanto, eles também podem ser comprados on-line pelo site oficial (www.comprar.consettur.com) ou em uma agência de turismo. O preço estimado é de US$ 24 por turista estrangeiro (viagem de ida e volta).


A opção de escalar Machu Picchu a pé

Os 10 quilômetros que separam Aguas Calientes de Machu Picchu Picchu também podem ser percorridos a pé. Essa rota é gratuita para todos.

Essa opção é preferida pelos turistas jovens, que geralmente saem às 4 ou 5 horas da manhã (antes do nascer do sol). A caminhada é árdua, pois é feita em uma subida de centenas de degraus.

Em média, um turista jovem pode subir de Aguas Calientes a Machu Picchu em 1 hora e 30 minutos. Um turista comum, em 2 horas.

No caminho de volta para Aguas Calientes, você também pode fazer o percurso a pé. A descida é obviamente menos cansativa do que a subida (leva cerca de 1 hora e 30 minutos).

Onde comprar passagens de ônibus?
As passagens de ônibus podem ser compradas on-line. Entretanto, elas também podem ser compradas pessoalmente na cidade de Cusco (Avenida Infancia 433 – Cusco) ou na cidade de Aguas Calientes (Calle Mayta Capac s/n). Se você decidir subir a Machupicchu a pé a partir de Aguas Calientes, será solicitado que você apresente seu ingresso e documento de identidade (ou passaporte) na Puente Ruinas.


Serviço de guia turístico

No portão de entrada de Machu Picchu, você pode contratar o serviço de um guia turístico para levá-lo a um passeio pelo sítio arqueológico.

Outra opção é contratar um guia turístico on-line por meio de uma agência de turismo. Os guias oferecem dois tipos de serviços: compartilhado ou particular. O primeiro é compartilhado com um máximo de 10 turistas. O segundo é particular para um turista, seu parceiro, família ou grupo de amigos.

Os preços variam de US$ 8 para serviço compartilhado a US$ 30 para serviço particular.

Deve-se observar que a visita a Machu Picchu com um guia turístico não é obrigatória, mas altamente recomendada.

Os guias são profissionais especializados em Machu Picchu. Eles oferecem seus serviços principalmente em espanhol, inglês e português. Alguns também são fluentes em outros idiomas.

A excursão clássica a Machu Picchu com um guia turístico leva 2 horas. Opcionalmente, por uma taxa mais alta, o turista pode pedir para ser acompanhado na rota pelas montanhas Huayna Picchu ou Machu Picchu.

Visita guiada em Machu Picchu
Visita guiada em Machu Picchu

O passeio a Machu Picchu: qual circuito escolher?

Ao visitar Machu Picchu, os turistas podem escolher entre quatro circuitos diferentes:

  • Circuito 1 – Ele passa pela parte alta e baixa de Machu Picchu, mas cortando o caminho para torná-lo mais leve. Inclui a visita a construções famosas, como o Templo Principal, o Templo do Sol, o Templo das 3 Janelas, o Templo do Condor e as Fontes de Água. A duração é de aproximadamente 2 horas. É recomendado para todos. Permite obter a foto clássica da Casa do Guardião.
  • Circuito 2 – É considerado o circuito mais completo e recomendado em Machu Picchu. Ele abrange a parte superior e inferior da cidadela, incluindo construções como: o Templo Principal, o Templo do Sol, o Intihuatana, o Templo das 3 Janelas, a Rocha Sagrada, o Templo do Condor e as Fontes de Água. A duração média é de 2 horas e 30 minutos. É recomendado para todos. Permite que você obtenha a foto clássica da Guardian House.
Mapa do circuito de Machu Picchu
Mapa – Tour de Machu Picchu Circuitos 1 e 2
  • Circuito 3 – Visite a parte inferior nuclear de Machu Picchu. Permite visitar a Casa del Inka (não incluída nos circuitos 1 e 2). Além disso, o Templo do Sol, os Espelhos de Água e a zona agrícola. O passeio dura aproximadamente 1 hora e 30 minutos. Não permite obter a foto clássica da Casa do Guardião. É recomendado para adultos mais velhos.
  • Circuito 4 – Passeie pela parte baixa de Machu Picchu. Permite visitar a Casa del Inka (não incluída nos circuitos 1 e 2). Além disso, o Templo do Sol, os Espelhos de Água, o Templo das 3 Janelas, a Rocha Sagrada, o Templo do Condor e a área agrícola. O passeio dura aproximadamente 1 hora e 30 minutos. Não permite obter a foto clássica da Casa do Guardião. É recomendado para todos.
Mapa do circuito de Machu Picchu
Mapa – Circuitos 3 e 4 de MachuPicchu

As montanhas de Machu Picchu: passeios opcionais

Em Machu Picchu, rotas curtas de trekking para os cumes das seguintes montanhas estão disponíveis como opção (com os ingressos correspondentes):

  • Montanha Huayna Picchu – A montanha mais famosa de Machu Picchu. Seu cume está a 2.693 metros acima do nível do mar. Para chegar lá, é preciso subir 2 quilômetros com inclinações de 30 a 60 graus. A duração média é de 2 horas. Do topo, você tem uma vista panorâmica da cidadela inca e da natureza ao redor. Está incluído no ingresso “Machupicchu + Huaynapicchu”.
  • Montanha Machupicchu – A rota mais difícil da cidadela inca. Seu cume está a 3.082 metros acima do nível do mar. Para chegar lá, é preciso subir 2,4 quilômetros com inclinações de 30 graus, em média. A chegada ao topo leva de 2 a 3 horas. De lá, é possível ver toda a paisagem da cidadela inca e a grande geografia montanhosa que a cerca. Está incluído no ingresso “Machupicchu + Montanha”.
  • Montanha Huchuypicchu – A rota mais fácil em Machu Picchu. O topo de Huchuy Picchu (pequena montanha em quíchua) fica a 2.497 metros acima do nível do mar. Para chegar lá, é preciso fazer uma curta caminhada por degraus de pedra que leva cerca de 30 minutos. Do topo, você tem uma vista panorâmica da cidadela inca e de suas construções. Está incluído no ingresso “Machupicchu + Huchuypicchu”.

Opções de almoço e jantar em Machu Picchu

Em Machu Picchu, há apenas uma cafeteria e um restaurante (este último pertence ao 5 estrelas Sanctuary Lodge). Todos os outros restaurantes estão localizados no povoado de Aguas Calientes (Machupicchu pueblo).

Esses são alguns dos restaurantes mais recomendados em Aguas Calientes:

  • El indio feliz restaurante (comida fusión).
  • Chef House Peruvian Food (comida peruana).
  • Julian restaurante (comida peruana).
  • Restaurante El Mapy (almuerzo buffet).
  • Cala Tratoria (pizzas).
  • Full House (pizzas y hamburguesas).
  • Mapacho (pizzas y hamburguesas).
  • Ylla Fusion (comida fusión).
  • Inti House (comida fusión).
  • Toto’s House (almuerzo buffet).
  • Café la Boulangerie de Paris (café).
  • Café de Paris (café).


Opções de acomodação e hotéis turísticos em Machu Picchu

Há apenas um hotel em Machu Picchu. É o Sanctuary Lodge, com serviço 5 estrelas. Todos os outros hotéis ficam no vilarejo de Aguas Calientes (vilarejo de Machupicchu).

Esses são alguns dos hotéis mais recomendados em Aguas Calientes:

  • Sumaq Machupicchu Hotel (5 estrellas).
  • Inkaterra Machupicchu pueblo hotel (4 estrellas).
  • Tierra Viva Machupicchu Hotel (4 estrellas).
  • Taypikala Hotel Boutique Machu Picchu (4 estrellas).
  • Casa del Sol Machu Picchu hotel (4 estrellas).
  • Waman Hotel Machupicchu (3 estrellas).
  • Casa Andina Hotel Standard Machu Picchu (3 estrellas).
  • Hotel Ferre Machu Picchu (3 estrellas).
  • Hotel Panorama B&B (3 estrellas).
  • Gringo Bill’s Hotel Machu Picchu (3 estrellas).
  • Supertramp Hostel (hostel).
  • Illary Inn Machupicchu (hostel).
  • Casa Machupicchu Hostel (hostel).
  • Machupicchu Packer Hotel (hostel).

Preço (aproximado) da viagem a Machu Picchu por conta própria

Esse é o preço (aproximado) da viagem de 1 dia para Machu Picchu sem tour:

ServiçoPreço para peruanosPreço para estrangeiros
Viagem de ônibus de Cusco a Ollantaytambo 12 S/.12 S/.
Viaje de trem de Ollantaytambo para Aguas Calientes 24 S/. (trem local somente peruanos de ida)420 S/. (Trem de expedição só de ida)
Viagem de ônibus de Aguas Calientes a Machu Picchu35 S/. (ida e volta).85 S/. (ida e volta).
Ingresso ‘Machupicchu Solo’64 S/.152 S/.
Serviço de guia turístico compartilhado 28 S/.28 S/.
Almoço em um restaurante turístico em Aguas Calientes 60 S/.60 S/.
Custo total223 S/. (62 USD)757 S/. (210 USD)

Outras atividades na aldeia de Machu Picchu

Em Aguas Calientes, há várias atrações turísticas além de Machu Picchu. Aqui estão alguns dos lugares e atividades que você pode fazer:

  • Os banhos termais de Aguas Calientes.- No topo da vila de Aguas Calientes estão os banhos termais que dão nome à vila. O local é pequeno, mas aconchegante. A entrada custa 20 soles para estrangeiros e 10 soles para peruanos. O local fica aberto todos os dias, das 5h às 20h.
  • O museu do sítio de Machu Picchu.- O museu do sítio de Machu Picchu tem cerâmicas e ferramentas encontradas nas primeiras escavações do sítio arqueológico no início do século XX. A entrada é gratuita com o ingresso para Machu Picchu. Ele fica aberto diariamente das 9h às 16h.
  • Cataratas de Mandorpampa.- A cerca de 5 quilômetros da cidade de Aguas Calientes (seguindo os trilhos do trem), chega-se às cachoeiras de Mandorpampa, um ambiente natural com uma variedade de árvores, pássaros e até mamíferos. No final estão as cachoeiras, cuja queda d’água tem aproximadamente 20 metros de altura. A taxa de entrada é de 10 soles por turista.
  • Montanha Putucusi.- Putucusi é uma das montanhas que cercam Machu Picchu. O acesso é gratuito, mas envolve muito esforço. Partindo de Aguas Calientes, é uma caminhada de 3 horas que inclui um trecho de escadas de corda com uma inclinação de 90 graus. Do topo, ao longe, você pode ver parte de Machu Picchu.
Cachoeira de Mandorpampa
Cachoeira de Mandorpampa


Outras atividades (e passeios) em Cusco

Em Cusco, há também muitas opções turísticas além de Machu Picchu. Confira alguns dos lugares e atividades que você pode fazer em Cusco:

  • O Vale Sagrado dos Incas – O Vale Sagrado dos Incas é uma área geográfica de grande importância na época dos incas devido às suas terras férteis e paisagens andinas. Lá foram construídas as cidadelas de Pisac, Chinchero e Ollantaytambo. Atualmente, é um dos locais mais visitados de Cusco. Pode ser visitado como parte de uma excursão de dia inteiro ao Vale Sagrado dos Incas.
  • A montanha de 7 cores – Vinicunca é o segundo destino mais visitado em Cusco, atrás apenas de Machu Picchu. Fica a mais de 5 metros acima do nível do mar, em uma geografia andina elevada, cujas encostas têm cores variadas devido à presença de minerais formados há milhares de anos. Pode ser visitado com o tour Montaña 7 Colores Full Day. Ela envolve uma caminhada de 2 horas que é um desafio para muitos visitantes.
  • A Lagoa Humantay – O Humantay é uma das atrações turísticas mais visitadas em Cusco. O motivo é sua beleza cênica, cujas águas azul-turquesa são coroadas pelo Salkantay, coberto de neve. Ela fica a 4.200 metros acima do nível do mar. Para chegar lá, é preciso fazer uma caminhada de 2 horas, o que é um desafio para os turistas. A visita pode ser feita com a excursão de dia inteiro à Laguna Humantay.
  • Sacsayhuaman e Coricancha – Sacsayhuaman é um dos lugares mais famosos de Cusco por suas imensas paredes feitas de pedras que pesam até 120 toneladas e esculpidas com perfeição. Coricancha, por outro lado, era o templo de ouro e dedicado ao sol, o mais importante de todo o império inca. Ambos os lugares podem ser visitados no City Tour de Cusco. Ambos também estão muito próximos da cidade de Cusco.
Vale Sagrado
Vale Sagrado

Quantos dias devem ser passados em Machu Picchu?
A maioria dos turistas escolhe 1 dia para visitar Machu Picchu (viagem Cusco – Machupicchu – Cusco). Entretanto, uma excelente opção é escolher uma viagem de dois dias com um pernoite na cidade de Aguas Calientes. Dessa forma, você poderá entrar na cidadela inca bem cedo pela manhã e até mesmo caminhar pelas montanhas. Outros visitantes decidem fazer uma trilha de vários dias, como: a Trilha Inca de 4 dias, a trilha Salkantay de 5 dias ou a Selva Inca de 4 dias. Escolha a opção que mais lhe agrada!


Diferença entre uma excursão e uma viagem a Machu Picchu por conta própria

Essas são as diferenças entre o que está incluído em uma excursão a Machu Picchu e uma viagem por conta própria:

*Excursão de 1 dia a Machu Picchu1 dia de viagem por conta própria
Preços 280 USD210 USD
Descontos Para peruanos, CAN*, estudantes universitários e pessoas com menos de 18 anos de idade.Para peruanos, CAN*, estudantes universitários e pessoas com menos de 18 anos de idade.
IncluiTraslado do hotel, transporte completo (trem turístico), guia e taxas de entrada.Transporte completo (trem turístico), guia, taxas de entrada e almoço.
Não incluiCafé da manhã e almoçoCafé da manhã
BenefíciosOs turistas não precisam ficar na fila ou pagar por cada serviço separadamente.Os preços são reduzidos. Os turistas peruanos podem usar o trem local, que é muito barato.
Recomendações Reserve o passeio com aproximadamente um mês de antecedência.Compre sua passagem e o trem com cerca de um mês de antecedência.
Locais para visitarAguas Calientes e Machu Picchu.Aguas Calientes e Machu Picchu.

*CAN: Perú, Colombia, Ecuador e Bolivia.


Mais informações sobre a viagem a Machu Picchu sem tour

Há alguns serviços de trem que partem diretamente da estação de Cusco (estação San Pedro e estação Wanchaq). Há também serviços “Bimodal” (ônibus + trem) que partem da estação Wanchaq, localizada no centro de Cusco. Ou seja, se o turista comprar um desses serviços, não precisará mais pegar o transporte público da rua Pavitos até Ollantaytambo.

Os restaurantes turísticos em Machupicchu Pueblo oferecem o melhor da culinária peruana, bem como pratos de fusão, pizzas e muito mais. Uma opção muito econômica é almoçar no mercado de alimentos de Aguas Calientes. Lá você também pode experimentar pratos peruanos, mas a um custo econômico. O menu custa 10 soles (aproximadamente 3 dólares).

Em Machupicchu pueblo, há muitos hotéis de diferentes categorias: de 2 a 5 estrelas. Os mochileiros geralmente optam por acampar no acampamento municipal na cidade de Aguas Calientes. Ele está localizado nos arredores da cidade, em um espaço com toldos para proteção contra a chuva, banheiros e chuveiros (com água fria). O custo por noite é de 15 soles (aproximadamente 4 dólares). Barracas e sacos de dormir não estão incluídos.


Perguntas e respostas sobre a viagem a Machu Picchu

Aqui estão algumas perguntas frequentes feitas por turistas sobre como viajar para Machu Picchu sem uma excursão.

  • Quanto custa viajar para Machupicchu sem uma excursão?

    Estima-se que uma excursão de 1 dia a Machu Picchu para turistas estrangeiros custe 280 dólares americanos. Por outro lado, viajar para Machu Picchu por conta própria em um dia (também para estrangeiros) custa US$ 210.

  • Posso comprar uma passagem de trem local para Machupicchu?

    O trem local para Machu Picchu é apenas para peruanos, especialmente para a população local que precisa de transporte diário entre Cusco e Aguas Calientes. Esse trem só pode ser comprado pessoalmente nos escritórios da Peru Rail em Cusco. O custo é de 12 soles por trecho (24 soles a ida).

  • Qual trem escolher: Expedition ou Vistadome?

    Os trens turísticos mais populares da Peru Rail são os serviços Expedition e Vistadome. O primeiro é mais econômico e inclui assentos confortáveis, janelas grandes, serviço de bordo, lanches e bebidas, música e muito mais. O segundo é um pouco mais caro, mas inclui todo o conforto do Expedition, além de um show de dança, lanches e bebidas de cortesia.

  • É obrigatório visitar Machu Picchu acompanhado de um guia turístico?

    Não. A visita a Machu Picchu não é obrigatória com um guia turístico profissional. Entretanto, devido ao fato de os edifícios do sítio arqueológico não terem painéis explicativos, a companhia de um guia é altamente recomendada. Dessa forma, você poderá entender melhor a importância histórica de Machu Picchu.

  • Há algum desconto para Machu Picchu se eu for um estudante universitário?

    Sim, estudantes universitários de todos os países têm direito a um desconto na taxa de entrada para Machu Picchu. No entanto, eles devem atender aos seguintes requisitos: ter menos de 25 anos de idade, estar estudando atualmente em nível de graduação e ter um documento de identidade universitário válido.

  • Qual é a melhor época do ano para visitar Machu Picchu?

    Machu Picchu pode ser visitada durante todo o ano. Entretanto, a maioria dos turistas prefere a estação seca, quando as chuvas não são frequentes. Essa estação ocorre de abril a outubro. De novembro a março é a estação chuvosa.

  • Qual circuito devo escolher em Machu Picchu?

    O Circuito 2 é o circuito mais recomendado em Machu Picchu, pois oferece um passeio mais completo, com duração média de 2 horas e 30 minutos, e inclui a visita ao Templo do Sol, ao Templo Principal, ao Intihuatana, à Rocha Sagrada, ao Templo do Condor, às Fontes de Água, bem como à Casa do Guardião (lá você tira a famosa foto de Machu Picchu).

  • Onde posso comprar ingressos para Machu Picchu em Cusco?

    Embora não seja recomendado, pois a disponibilidade é limitada, os ingressos para Machu Picchu podem ser comprados na própria cidade de Cusco. O local é o escritório da Dirección Desconcentrada de Cultura Cusco: Calle Maruri 340.

  • O que fazer se as passagens para Machupicchu não estiverem disponíveis?

    Infelizmente, os ingressos para Machu Picchu têm disponibilidade limitada e devem ser comprados com um ou mais meses de antecedência. Se os ingressos não estiverem disponíveis, é melhor procurar outro tipo de ingresso, outra data de visita ou outro horário em que os ingressos estejam disponíveis.

  • Quais são os horários de visita a Machu Picchu?

    Machu Picchu está aberta aos turistas todos os dias do ano, das 6h às 17h. A cidadela inca pode fechar suas portas somente em casos excepcionais de protestos no Peru ou desastres naturais que coloquem em risco a integridade de seus visitantes.

Conselhos de pessoas que estiveram lá

MachuPicchu

Brayan M.Por: Brayan M.

“Verdadeiramente uma maravilha“

“Graças a esse guia, consegui fazer minha viagem com preços muito baixos. É recomendável fazer a visita guiada em Machupicchu, foi uma viagem dos sonhos!“


 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, abril 20, 2024