Caminho Inca 11 artigos
10 coisas que você deve saber sobre trilha Inca
Clique para classificar o artigo

10 coisas que você deve saber antes de ir a Machu Picchu pela Trilha Inca

O Trilha Inca é uma das 5 melhores caminhadas do mundo e Machu Picchu é o ponto final desta incrível jornada. Esta trilha de caminhada é a maneira mais incrível de se ter a primeira visão da Maravilha do Mundo, como os Incas fizeram quase 600 anos atrás.

Se você escolheu entrar na Maravilha do Mundo para esta incrível rota de trekking, existem 10 coisas que você deve saber.



Machu Picchu
Machu Picchu

1 – Quando reservar o Trilha Inca para Machu Picchu?

O Trilha Inca é uma das melhores caminhadas do planeta. É por isso que há uma grande demanda por ingressos. É por isso que você deve reservar sua renda com bastante antecedência.

Leve em conta o seguinte antes de reservar o bilhete para O Trilha Inca:

  • Os ingressos para o Trilha Inca se esgotam 6 meses antes. Lembre-se que apenas 500 pessoas podem viajar por este caminho todos os dias.
  • Apenas 200 pessoas acabarão por entrar em Machu Picchu desta forma, uma vez que o restante pertence à equipe de apoio, chefs, carregadores e guias.
  • A entrada para o Trilha Inca inclui apenas a cidade inca de Machu Picchu. Se você quiser visitar a Montanha Machu Picchu ou o Huayna Picchu; pergunte na agência de turismo.
  • A compra dos ingressos para o Trilha Inca é através do site de uma agência de turismo autorizada.

Qualquer passeio à Trilha Inca deve incluir o seguinte: entrada a Machu Picchu, cozinheiros, carregadores, acampamento, guia turístico e retorno a Cusco (de ônibus e trem).


2 – Quanto tempo dura a viagem pelo Trilha Inca?

O Trilha Inca Clássica ou tradicional, tem 40 quilômetros de distância e 4 dias de caminhada (18 a 24 horas aproximado). A rota leva você pelas montanhas até chegar a Machu Picchu, na selva amazônica do Peru.

Algumas informações sobre o percorrido da Trilha Inca:

  • A rota cruza sítios arqueológicos como Llactapata, Runkurakay, Sayacmarca, Phuyupatamarca e Wiñaywayna.
  • O fim da caminho é a entrada de Machu Picchu pela Intipunku (Puerta del Sol). Esse foi o portão principal no tempo dos Incas. A paisagem lá é incrível.
  • Na maioria dos casos, depois de viajar pela Trilha Inca, você retornará a Cusco de trem.
  • A única maneira de fazer a Trilha Inca é comprando um passeio através de uma agência de turismo que tenha a autorização correspondente.
  • Nenhum turista pode percorrer a Trilha Inca sem autorização. As agências de turismo são responsáveis ​​pelo processamento da referida autorização para o visitante.

3 – Qual a altura máxima do Trilha Inca?

O Trilha Inca é considerada uma expedição difícil, não só por causa da distância, mas também pela alta altitude em algum ponto ao longo do caminho. O ponto mais alto da estrada é o ‘Abra Warmihuañusca’, a 4.224 metros (13.860 pés).

Recomendações sobre os problemas com a altura na Trilha Inca:

  • O mal de altura ou soroche é um mal-estar típico em locais de elevadas alturas. Pode causar dores de cabeça, náuseas, perda de apetite e falta de energia.
  • A melhor coisa para lutar contra o soroche é passar alguns dias de aclimatação em Cusco ou no Vale Sagrado dos Incas.
  • No entanto, no final da estrada também passa por locais de menor altitude como Intipata (2.743 metros acima do nível do mar), Intipunku (2.700 metros acima do nível do mar). ou a própria Machu Picchu (2.400 metros acima do nível do mar).
  • Uma das formas mais eficazes de combater os efeitos do mal da altitude é beber grandes quantidades de chá de coca (infusão feita de folhas de coca) ou mastigá-lo, como faziam os incas há centenas de anos.
  • Em qualquer caso, o guia turístico tem muita experiência nesses desconfortos e eles vão saber como ajudar o visitante durante o Trilha Inca.
Inca permanece na Trilha Inca
Ruínas Incas no Caminho Inca

4 – Posso fazer o Trilha Inca por minha conta?

A entrada para a lendária rodovia inca é estritamente controlada. Isso procura proteger o Trilha Inca de mais de 500 anos e o maravilhoso ambiente natural que a rodeia.

Mais informações sobre as autorizações da Trilha Inca:

  • O Trilha Inca só é permitida com a companhia de um guia turístico. A compra da renda está em uma agência de viagens autorizada.
  • A agência providenciará a reserva do ingresso para você e tudo que você precisa para fazer o Trilha Inca.
  • Os bilhetes devem ser reservados com 6 meses de antecedência. As licenças são limitadas a 500 pessoas por dia.
  • Entre as 500 pessoas que realizam o Trilha Inca, estão incluídos chefs, carregadores e guias. Portanto, há apenas 200 turistas que podem entrar em Machu Picchu pela Trilha Inca.

5 – O Trilha Inca está aberta todo o ano?

O Trilha Inca está fechada em fevereiro. Durante esse mês, as chuvas são mais fortes e podem dificultar a caminhada pelas trilhas da Trilha Inca. Os guardas aproveitam esses dias para manter a estrada e as estruturas incas. No resto do ano, esta pista de caminhada permanece aberta ao público.

Alternativas para chegar a Machu Picchu com trilhas para caminhadas:

  • O Salkantay Trek é uma das rotas alternativas para Machu Picchu. Dura 5 dias e 4 noites e atravessa as famosas montanhas cobertas de neve de Salkantay, bem como paisagens da selva.
  • O trilha de caminhada que conecta Choquequirao a Machu Picchu é uma caminhada de 8 ou 9 dias que liga Cusco aos dois mais belos sítios arqueológicos incas de Cusco.
  • O Lares Trek é uma caminhada de 4 dias e 3 noites por paisagens de alta altitude até chegar a Machu Picchu. Existem várias variantes desta pista de caminhada.
  • A caminhada Huchuy Qosqo é uma rota simples de apenas 3 dias e 2 noites que cobre apenas 17 quilômetros e termina em Machu Picchu. É recomendado para toda a família.

6 – Qual o melhor momento para fazer o Trilha Inca?

Cusco e toda a região sul do Peru são marcadas por duas estações climáticas distintas: a estação chuvosa (de novembro a março) e a estação seca (de abril a outubro). A melhor época para fazer o Trilha Inca é a estação seca. O clima nesses meses é quente e com pouca frequência de chuvas.

O que trazer para combater o clima na Trilha Inca?

  • Se você planeja visitar o Trilha Inca durante a estação seca, é aconselhável levar um chapéu, protetor solar, repelente de mosquitos, óculos de sol, roupas leves durante o dia e quentes à noite.
  • Se você planeja visitar o Trilha Inca durante a estação chuvosa, recomenda-se trazer um poncho de chuva, blusão, sapatos antiderrapantes e bengala.

Durante a Trilha Inca, a temperatura pode chegar a 25ºC. Durante a estação seca, os mosquitos abundam aqui, o que pode ser muito irritante.


7 – A caminhada tem que ser de 4 dias?

Há uma versão curta da Trilha Inca que dura 2 dias. Esta opção é ideal para viajantes que não têm tempo suficiente para fazer a rota de 4 dias. Geralmente inclui uma noite em um estabelecimento confortável em vez do acampamento.

Mais informações sobre o Trilha Inca alternativa:

  • Há muitos caminhos alternativos para Machu Picchu, como o Salkantay Trek ou o Lares Trek. No entanto, o Trilha Inca é a única que vai levá-lo diretamente para a cidade inca através do Intipunku (Puerta del Sol).
  • A Trilha Inca de 2 dias cobre apenas 12 quilômetros para chegar a Machu Picchu através do setor Intipunku. No entanto, nesse dia ele passa a noite em um alojamento em Aguas Calientes. No dia seguinte, a visita ao sítio arqueológico de Machu Picchu acaba de ser feita.
  • A disponibilidade de renda para a alternativa Trilha Inca não tem tanta demanda quanto a versão clássica. Pode ser reservado com 2 ou 3 semanas de antecedência.
Turistas na Trilha Inca
Turistas na Trilha Inca

8 – O Trilha Inca é perigosa?

O Trilha Inca não é perigosa. As medidas de segurança fornecidas incluem equipamentos de primeiros socorros. Guias de turismo são treinados para atuar efetivamente em qualquer tipo de emergência.

Quais perigos podem existir na Trilha Inca?

  • As trilhas do Caminho Inca são amplos e bem sinalizados. Por nenhuma razão, o turista deve arriscar sua vida procurando por estradas sozinho.
  • Muitos turistas temem fazer a Trilha Inca por medo de sofrer de mal de altitude, no entanto, os sintomas desse desconforto geralmente desaparecem assim que se aclimatam às montanhas.
  • A altura máxima é no ‘Abra Warmiwañusca’ (4,200 msnm). Essa altitude pode causar dificuldades físicas.
  • Adultos mais velhos podem sentir um desgaste físico mais intenso durante o Trilha Inca. Eles devem consultar seu médico antes de fazer a caminhada.
  • As crianças devem estar sob o olhar atento de seus pais. Recomenda-se que as crianças gostem de caminhadas ou atividades físicas ao ar livre.

9 – Posso fazer o Trilha Inca com crianças?

O Trilha Inca é permitida a pessoas de qualquer idade. As crianças ou adolescentes podem realizar a caminhada acompanhado de seus pais. É preferível que os menores gostem de longas caminhadas e acampamentos.

Dicas para fazer o Trilha Inca com crianças

  • Não é aconselhável fazer o Trilha Inca com crianças menores de 8 anos de idade, a menos que já tenham realizado satisfatoriamente passeios similares.
  • É claro que não é recomendável fazer o Trilha Inca com bebês.
  • Se você já decidiu fazer o Trilha Inca com crianças, é aconselhável prepará-las psicologicamente para a jornada.

Existem banheiros durante a Trilha Inca? Sim. Estes são estabelecidos em cada um dos três campos. A maioria é usada na forma ‘squat’. Somente no último acampamento há serviço de ducha.


10 – Quanto custa o Trilha Inca?

Os preços da Trilha Inca variam de acordo com cada agência de turismo. Calcula-Se que em média, o tour de 4 dias tem um custo de 600 dólares americanos por pessoa.

Como obter o melhor preço para o Trilha Inca?

  • A maioria das agências de turismo oferece um desconto de US $ 20 ou US $ 30 para estudantes universitários com um cartão ISIC.
  • Crianças menores de 18 anos também têm um desconto aproximado, apresentando um passaporte que certifica sua idade.
  • Algumas agências de turismo também oferecem descontos para cidadãos do Peru, Colômbia, Equador e Bolívia.
  • O custo da Trilha Inca em serviço privado depende do número de turistas em um grupo. Quanto mais turistas, menor o custo.

Mais informações sobre o Trilha Inca

  • O retorno a Cusco – Depois de visitar Machu Picchu com a Trilha Inca, o retorno é com uma viagem de trem de Aguas Calientes a Ollantaytambo. De lá, uma minivan transporta os turistas até a cidade de Cusco.
  • Os porteiros – Os porteiros são pessoas locais encarregadas de transportar os alimentos e os equipamentos de campismo e a bagagem extra dos turistas de forma a proporcionar maior conforto durante o viagem.
  • Os cozinheiros – Os cozinheiros também são pessoas locais especializadas em preparar pratos nutritivos e deliciosos para os turistas em cada acampamento. Caso o turista solicite com antecedência, o cardápio pode incluir uma opção para vegetarianos.
  • As pontas – As pontas são direcionadas ao guia turístico, porteiros e cozinheiros. Embora não seja obrigatório, tornou-se uma tradição fornecer essa gratuidade.
  • Os acampamentos – Existem 3 acampamentos estabelecidos durante a caminhada: Ayapata, Chaquicocha e Wiñayhuayna. No entanto, estes podem variar de acordo com a disponibilidade. Para obter os acampamentos mais recomendados, é aconselhável comprar o passeio com aproximadamente 6 meses de antecedência.
  • Disponibilidade – A Trilha Inca oferece uma disponibilidade de apenas 200 pessoas por dia. Devido à alta demanda por este passeio, é recomendável adquirir o serviço online com 6 meses de antecedência. Caso contrário, você não encontrará disponibilidade. A compra pode ser feita pelo site de uma agência de turismo.
  • Sítios arqueológicos – Ao longo da Trilha Inca existem sítios arqueológicos incas como: Llactapata, Runkurakay, Sayacmarca, Phuyupatamarca e Wiñayhuayna. Esses locais têm importância histórica e beleza cênica semelhante a Machu Picchu.
  • As agências de turismo – Existem muitas agências de turismo que oferecem o passeio de 4 dias pela Trilha Inca. Qual escolher? É melhor escolher uma agência que tenha bons comentários em suas redes sociais em fóruns de turismo na internet (como o TripAdvisor).

 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, junho 18, 2022

 

Travel agent
Help