Cusco 45 artigos
7 lagoas Ausangate
Clique para classificar o artigo

As 7 lagoas de Ausangate

A geografia montanhosa de Cusco oferece algumas das paisagens mais incríveis do Peru, como imponentes montanhas cobertas de neve, vales verdes, rios poderosos e lagoas impressionantes. Ao sul da região, sob a vigilância do nevado Ausangate, fica o chamado ‘Circuito das 7 lagoas’. Como o próprio nome indica, esta área natural percorre sete lagoas de águas transparentes. Lá é possível tirar algumas das melhores fotos da viagem. A melhor maneira de fazer isso é com um passeio com tudo incluído.



 7 lagunas Ausangate
7 lagoas – Ausangate

Que são?

O conjunto de lagoas que compõem esta atração turística é alimentado pelo degelo da imensa montanha nevada de Ausangate, a mais alta de Cusco (cujo cume atinge 6.384 metros acima do nível do mar). Os habitantes locais resolveram aproveitar as belezas naturais do local para criar um circuito de 7 lagoas que são: a lagoa Pucacocha, a lagoa Patacocha, a lagoa Alqacocha, a lagoa Qomercocha, a lagoa orco otorongo, os chineses lagoa otorongo e lagoa azul cocha.


Onde estão localizados?

O circuito das 7 lagoas está localizado a aproximadamente 100 quilômetros por estrada da cidade de Cusco. Pertence à província de Quispicanchis, no município de Pacchanta. A aldeia está 4.200 metros acima do nível do mar. No topo, destaca-se o nevado Ausangate, que abastece as lagoas.


Como chegar lá?

A melhor maneira de fazer é por meio de um passeio com tudo incluído às 7 lagoas de Cusco. Se decidir ir por conta própria, você deve pegar um transporte público para a cidade de Tinke (a apenas 9 km do distrito de Ocongate). Uma vez lá, você deve pegar um ‘táxi coletivo’ para a aldeia de Pacchanta. A caminhada de 2 horas começa aí, visitando o ‘Circuito’.


Mapa para chegar às 7 Lagoas

Mapa para chegar a 7 Lagunas
Mapa para chegar a 7 Lagoas

O Ausangate

Ausangate é a segunda montanha mais alta de Cusco (e a quinta maior do Peru). Seu cume atinge 6.385 metros acima do nível do mar. Fica a aproximadamente 100 quilômetros da cidade de Cusco. Pertence à Cordillera del Vilcanota, uma geografia característica de montanhas coloridas e lagoas de água pura. Talvez a atração mais famosa do lugar seja Vinicunca, montanha 7 cores .

As águas da montanha Ausangate alimentam as lagoas que estão distribuídas ao seu redor. De cada uma das lagoas deste circuito turístico avista-se parte da imensa neve. Para os incas, Ausangate era sagrado. Ele era um ser divino que governava a vida e a morte das pessoas. Muitas dessas crenças ainda são preservadas hoje. Os habitantes de Cusco se curvam humildemente diante de cada montanha, assim como seus ancestrais incas faziam.


Circuito das 7 lagoas

Lagoa Pucacocha – A primeira lagoa do circuito, também conhecida como lagoa do chocolate. Isso se deve à cor de suas águas, parecida com a do chocolate. Está aproximadamente 4.500 metros acima do nível do mar.

Lagoa Patacocha – A próxima lagoa está a aproximadamente 4.860 metros acima do nível do mar. Suas águas são mais claras. A montanha Ausangate pode ser vista mais claramente do que na primeira lagoa.

Lagoa Alqacocha – Esta lagoa está localizada a aproximadamente 4.750 metros acima do nível do mar. Devido à altitude, o frio começa a descer. Cada lagoa tem uma vista espetacular da montanha coberta de neve e da cordilheira Vilcanota.

Lagoa Qomercocha – A próxima lagoa do circuito tem um nome que, traduzido do quíchua para o espanhol, significa ‘Lagoa Verde’. Seu nome se deve à cor turquesa de suas águas. Está 4.666 metros acima do nível do mar. Tem uma das melhores vistas do local.

Lagoa Orco otorongo – Esta pequena lagoa, devido à sua forma e paisagem circundante, tem a forma e o pelo (as manchas) de um otorongo, um felino que habita as selvas da América. A lagoa está localizada a 4.620 metros acima do nível do mar. Seu nome se refere ao otorongo macho.

Lagoa China Otorongo – Perto da lagoa anterior está a lagoa ‘China Otorongo’, que se refere à fêmea deste felino americano. As vistas panorâmicas de ambas as lagoas são impressionantes. Eles são ideais para tirar fotos.

Lagoa Azul cocha – A última do circuito das 7 lagoas tem a cor azul escura de suas águas. A beleza desta lagoa, bem como sua paisagem montanhosa ao redor, é muito apreciada pelos turistas que são frequentemente fotografados aqui.


Vida selvagem nas lagoas

O circuito das 7 lagoas e a cordilheira Vilcanota abrigam várias espécies de animais selvagens e domesticados. Note-se, em primeiro lugar, a presença de camelídeos como a lhama e a alpaca (ambos animais domésticos) e também a vicunha, uma espécie silvestre de pêlo extremamente valioso. Eles costumam pastar nas imensas extensões de icchu, ou palha selvagem dos Andes. Deve-se notar a existência de outras espécies como o vizcacha (um roedor parecido com o coelho) e até mesmo o condor andino.


Passeio pelas 7 lagoas

O passeio pelas 7 lagoas inclui uma visita de um dia a este belo circuito nas encostas de Ausangate. O serviço inclui: transporte completo, café da manhã, almoço, serviço de guia turístico e entrada no circuito. O passeio pode ser contratado com qualquer agência de turismo em Cusco, seja online ou pessoalmente. O custo varia de $ 30 a $ 60 por pessoa. Apesar da beleza do lugar, ainda não são muitos os visitantes que se atrevem a fazer este passeio.


Como ir por minha conta?

Para acessar sua conta, você deve seguir as seguintes etapas:

  • Saia de Cusco bem cedo (6h, aproximadamente) para embarcar em um transporte público para a cidade de Ocongate. Os ônibus saem da avenida Huayruropata.
  • Após quase 2 horas de viagem, você deve aproveitar a oportunidade para tomar café da manhã em Ocongate.
  • Você deve pegar imediatamente um transporte público (ou táxi coletivo) para a aldeia de Tinke, localizada a apenas 9 quilômetros de distância.
  • De lá, você terá que pegar um ‘táxi’ ou ‘táxi coletivo’ para a aldeia de Pacchanta.
  • Em Pacchanta você terá que pagar 10 soles peruanos (3 dólares) para entrar no ‘Circuito das 7 lagoas’.
  • O resto é caminhar e explorar as lagoas.
  • O retorno é da mesma forma que a viagem.



Os banhos termais de Pacchanta

A cidade de Pacchanta oferece um dos banhos termais mais famosos de Cusco. Estes recebem as águas quentes do próprio Ausangate nevado. Possui apenas dois poços de água com temperaturas que variam de 40ºC. A maravilha do lugar são as vistas para o nevado Ausangate. O preço do ingresso é de apenas 5 soles peruanos (2 dólares, aproximadamente). Possui camarins, venda de lanches, bebidas e banheiros.


Alguns conselhos

O tempo em Pacchanta e no circuito das 7 lagoas é frio, especialmente à noite, quando a temperatura pode cair para -5ºC. Durante a visita, não se esqueça de trazer roupas quentes em camadas: primeiro uma camisa pólo, depois um suéter e, por fim, uma jaqueta.

Devido à altitude a que estará (sempre acima dos 4.000 metros acima do nível do mar), poderá sofrer de alguns sintomas de doença de altitude, tais como náuseas, fadiga ou dores de cabeça. Para reduzir estes sintomas naturais, pode-se beber muita água (especialmente chá de folha de coca) e evitar alimentos gordurosos.

Se você gosta de paisagens altas andinas, como o circuito das 7 lagoas, também pode visitar outras atrações turísticas semelhantes, como a lagoa Humantay ou a montanha das 7 cores. Ambos são alguns dos melhores destinos turísticos de Cusco.

 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, agosto 6, 2021