Machu Picchu 206 artigos
Machu Picchu a pé
Clique para classificar o artigo

Guia para visitar Machu Picchu a pé

Machu Picchu está localizada a cerca de 100 quilômetros da cidade de Cusco, na Cordilheira dos Andes, no Peru. Há várias maneiras de chegar à cidade inca a pé. Talvez a maneira mais famosa seja o passeio de 4 dias pela Trilha Inca, que percorre 40 quilômetros para chegar ao sítio arqueológico como os incas fizeram. No entanto, há também outras rotas, como a caminhada alternativa pela Hidroeléctrica, a trilha Salkantay ou a caminhada final de 10 quilômetros a partir da cidade de Aguas Calientes. Descubra como chegar a Machu Picchu a pé!



No caminho para a cidadela inca de Machu Picchu, a pé
No caminho para a cidadela inca de Machu Picchu, a pé

Viagem de trem, como mais turistas chegam a Machu Picchu
Na época dos incas, a única maneira de chegar a Machu Picchu era a pé, por meio do qhapac ñan, ou rede de estradas incas. Hoje, mais de quinhentos anos depois, a viagem de trem é o meio pelo qual a maioria das pessoas chega à cidade inca. Essa viagem parte de Cusco ou da estação de Ollantaytambo, no Vale Sagrado. A maioria dos trens parte dessa estação e a viagem dura, em média, 1 hora e 45 minutos. A viagem de trem termina na estação da cidade de Aguas Calientes, também conhecida como cidade de Machu Picchu devido à sua proximidade com o sítio arqueológico. De lá, a maioria dos visitantes faz uma viagem de ônibus de 30 minutos montanha acima para chegar ao portão de Machu Picchu. No total, a viagem leva quase 4 horas. Essa é a maneira mais segura e rápida de chegar a Machu Picchu. As outras opções são a Trilha Inca de 4 dias ou a rota alternativa via Hidrelétrica. Há também rotas de trekking que utilizam essa rota via Hidreléctrica como trecho final: a trilha Salkantay e a Inca Jungle.


A viagem para Machu Picchu saindo de Cusco

A viagem para Machu Picchu começa em Cusco, uma das cidades mais turísticas da América do Sul. Para chegar lá, na maioria dos casos, você pega um voo da cidade de Lima, a capital do Peru. O voo de Lima para Cusco leva cerca de 1 hora.

Uma vez em Cusco, o visitante estará a pouco mais de 100 quilômetros de Machu Picchu. A maioria dos visitantes se hospeda em Cusco e, dias ou semanas depois, faz a viagem de trem até Machu Picchu. Outros visitantes gostam de se hospedar em um hotel no Vale Sagrado dos Incas, em cidades como Urubamba, Pisac, Ollantaytambo ou Yucay.

Viajar para Machu Picchu de trem é uma das maneiras mais seguras e rápidas, mas não a única. Além disso, você pode fazer a Trilha Inca de 4 dias (ou sua versão curta de 2 dias). A outra opção é a rota de 7 ou 8 horas pela estação hidrelétrica. Essas duas últimas opções incluem caminhadas memoráveis até Machu Picchu.

Esses são os preços das passagens para Machu Picchu:

Ingresso Machu Picchu Só
Ingresso a Machu PicchuEstrangeirosPeru, Colômbia, Equador ou Bolívia
Adultos em geral152 soles peruanos64 soles peruanos
Estudantes universitários77 soles peruanos32 soles peruanos
Menores de 18 anos70 soles peruanos32 soles peruanos
Ingresso Machu Picchu com Huayna Picchu
Ingresso a Machu PicchuEstrangeirosPeru, Colômbia, Equador ou Bolívia
Adultos em geral200 soles peruanos112 soles peruanos
Estudantes universitários125 soles peruanos80 soles peruanos
Menores de 18 anos118 soles peruanos80 soles peruanos
Ingresso Machu Picchu com Montanha
Ingresso a Machu PicchuEstrangeirosPeru, Colômbia, Equador ou Bolívia
Adultos em geral200 soles peruanos112 soles peruanos
Estudantes universitários125 soles peruanos80 soles peruanos
Menores de 18 anos118 soles peruanos80 soles peruanos
Ingresso Machu Picchu com Huchuy Picchu
Ingresso a Machu PicchuEstrangeirosPeru, Colômbia, Equador ou Bolívia
Adultos em geral200 soles peruanos112 soles peruanos
Estudantes universitários125 soles peruanos80 soles peruanos
Menores de 18 anos118 soles peruanos80 soles peruanos
Ingresso Machu Picchu com ponte Inca
Ingresso a Machu PicchuEstrangeirosPeru, Colômbia, Equador ou Bolívia
Adultos em geral152 soles peruanos64 soles peruanos
Estudantes universitários77 soles peruanos32 soles peruanos
Menores de 18 anos70 soles peruanos32 soles peruanos


Mapa de como ir de Cusco a Machu Picchu

A rota de trekking da Trilha Inca 4 dias

A rota de trekking de 4 dias da Trilha Inca é considerada uma das melhores caminhadas do planeta. Ela passa por caminhos com muita história, que foram construídos pelos incas há centenas de anos e que permitem o acesso à cidade inca, exatamente como os incas faziam: pelo qhapac ñan e pelo Intipunku ou Portão do Sol.

No total, você caminhará aproximadamente 40 quilômetros em três dias e acampará por três noites. No último dia, caminha-se por Machu Picchu e retorna-se a Cusco de trem. Essa rota só pode ser feita com uma excursão com tudo incluído organizada por uma agência de turismo.

A Trilha Inca percorre caminhos históricos, os qhapac ñan, que só podem ser acessados com uma autorização gerenciada por uma agência de turismo. As excursões incluem tudo o que é necessário para a aventura: o traslado do hotel, o transporte até o ponto de partida da caminhada, o guia turístico profissional, as taxas de entrada, a equipe de cozinheiros para a alimentação, os equipamentos necessários, como acampamentos, cobertores, esteiras e os carregadores que levam nas costas os utensílios para cozinhar e acampar. Também inclui as passagens necessárias para a viagem de volta de trem para a cidade de Cusco.

A rota do trekking é intensa, mas cercada por belas paisagens andinas e de selva alta. Durante a caminhada, o visitante apreciará importantes sítios arqueológicos, como: Patallacta, Sayacmarca, Phuyupatamarca, Wiñayhuayna e, no final, Machu Picchu. A cidade inca é alcançada como os incas a alcançaram: através do Intipunku, um portão sagrado que permite uma primeira vista panorâmica e memorável de Machu Picchu.

Durante os quatro dias, o visitante vivenciará muita cultura, natureza e tudo isso longe de sinais telefônicos ou da Internet. O ponto mais alto da trilha é o passo Warmiwañusca (o passo da mulher morta na língua quíchua), situado a 4.215 metros acima do nível do mar. O ponto mais baixo é o vilarejo de Aguas Calientes, localizado a 2.040 metros acima do nível do mar.


A rota de trekking Salkantay 5 dias

A trilha Salkantay de 5 dias é uma das melhores rotas de trekking em Cusco e, para alguns, até mesmo superior à Trilha Inca, pois permite que você veja as melhores atrações turísticas ao longo do caminho.

Seu nome se deve ao fato de que a caminhada inclui a passagem pelo passo da montanha Salkantay, cerca de 4.600 metros acima do nível do mar (o ponto mais alto da caminhada). Também passa por lugares lindos, como a lagoa Humantay, os banhos termais de Cocalmayo, o sítio arqueológico de Llactapata, a cidade de Aguas Calientes e, é claro, Machu Picchu.

No total, são 70 quilômetros, em média, do ponto de partida no vilarejo de Mollepata até Machu Picchu. No entanto, a trilha Salkantay também tem uma versão mais curta, de quatro dias, que reduz essa distância para aproximadamente 50 quilômetros.

Essa rota de caminhada é gratuita para todos. Ou seja, o visitante pode fazê-la com uma agência de turismo ou por conta própria. Durante o percurso, você acampa em três pontos: o vilarejo de Soraypampa (3.910 m.a.s.l.), Chaullay (2.800 m.a.s.l.) e Lucmabamba (1.800 m.a.s.l.). A última noite é passada em um hotel na cidade de Aguas Calientes (2.040 m.a.s.l.). Se você fizer a trilha Salkantay por conta própria, poderá alugar acomodações nesses lugares sem problemas.

A excursão para a trilha Salkantay inclui o necessário para a visita: traslado do hotel em Cusco, transporte para o ponto de partida da trilha, guia profissional, taxas de entrada, acampamentos, alimentação a cargo de cozinheiros e em restaurantes turísticos, equipamentos necessários, como cavalos para carregar equipamentos e a viagem de volta de trem para Cusco.

A última seção da trilha Salkantay é pela rota Hidroelectrica – Aguas Calientes. Essa trilha é uma das maneiras de chegar a Machu Picchu pela cidade de Aguas Calientes.

Essa rota de trekking, pela aventura, pelas belas paisagens e por Machu Picchu, é uma das melhores experiências em uma viagem ao Peru.

Turistas observando a montanha coberta de neve Salkantay
Turistas observando a montanha coberta de neve Salkantay

A rota alternativa pela Hidrelétrica

A rota alternativa via Hidroeléctrica é a maneira mais barata de chegar a Machu Picchu. É uma rota de ônibus para uma estação de trem localizada no lado leste ou amazônico da cidade de Aguas Calientes.

A viagem de ônibus de Cusco para a Hidroeléctrica pode ser feita por conta própria, mas a melhor opção é contratar uma agência de transporte turístico. O custo da viagem é de aproximadamente 15 dólares (30 dólares para ida e volta). A rota começa em Cusco, passa por Ollantaytambo (no Vale Sagrado dos Incas), pela passagem de Málaga (4.200 m acima do nível do mar), pelos vilarejos de Santa Maria e Santa Teresa (na selva de Cusco) e chega à Hidreléctrica após uma média de 6 horas de viagem.

Depois de chegar a Santa Teresa, é necessário fazer uma caminhada de 10 quilômetros por estradas planas cercadas de vegetação e paralelas ao belo rio Vilcanota. Essa caminhada leva aproximadamente duas horas e termina na cidade de Aguas Calientes ou no vilarejo de Machu Picchu. Essa caminhada é uma experiência aventureira, diferente e memorável na jornada até a cidade inca.

Uma vez na cidade de Aguas Calientes, devido ao tempo que levou para chegar lá de Cusco, o visitante deve ficar e descansar para a visita a Machu Picchu no dia seguinte. A maioria dos visitantes pega o ônibus para a cidadela inca. A outra opção é caminhar até o sítio arqueológico.

A rota alternativa via Hidroeléctrica é a maneira mais econômica de chegar a Machu Picchu, pois evita a cara viagem de trem de Ollantaytambo. A parte difícil é que ela exige um pernoite em Aguas Calientes. Além disso, durante a estação chuvosa (janeiro, fevereiro e março), a rota pode ser perigosa devido à queda de pedras ou deslizamentos de terra nas montanhas. A rota de retorno segue o mesmo caminho da viagem de ida.

Estrada para Aguas Calientes a partir da Hidroeléctrica
Estrada para Aguas Calientes a partir da Hidroeléctrica

A trilha de Aguas Calientes a Machu Picchu

O vilarejo de Aguas Calientes também é chamado de vilarejo de Machupicchu porque fica a apenas 10 quilômetros da cidadela inca. Os trens de Cusco e os caminhantes da Hidroeléctrica chegam lá. Por esse motivo, o vilarejo é um local muito turístico, repleto de cafés, restaurantes, hotéis e lojas de artesanato.

A partir desse vilarejo, a única estrada, chamada Hiram Bingham, leva ao portão do sítio arqueológico de Machu Picchu. Essa rota é ascendente ao longo das encostas de uma montanha por 10 quilômetros. A maioria dos visitantes prefere completar essa última parte da viagem de ônibus. As passagens custam US$ 12 para turistas estrangeiros (US$ 24 em cada sentido).

A outra opção é fazer isso a pé. Essa caminhada é curta, mas extenuante. Em vez de seguir a estrada, ela passa por centenas de degraus até chegar a Machu Picchu. O percurso tem 8 quilômetros de extensão e leva em média 2 horas, dependendo da capacidade física do visitante.

Para fazer essa caminhada, é necessário apresentar seu ingresso de entrada em Machu Picchu. A rota pode ser percorrida a partir das 5h da manhã. Após a visita à cidade inca, você pode fazer a viagem de volta pela mesma rota a pé até Aguas Calientes. A caminhada é gratuita para todos.

Indo para Machu Picchu a partir da cidade de Aguas Calientes
Indo para Machu Picchu a partir da cidade de Aguas Calientes

Outras trilhas no caminho para Machu Picchu

  • Trilha Inca de 2 dias – Essa rota é uma versão reduzida da Trilha Inca Clássica de 4 dias. Ela cobre apenas 13 quilômetros desde o ponto de partida, passando pelos sítios arqueológicos de Chachabamba, Wiñayhuayna e entrando em Machu Picchu pelo Intipunku ou Portão do Sol.
  • Lares trek – Essa rota de trekking inclui uma visita aos banhos termais de Lares. Você caminha cerca de 37 quilômetros (4 dias e 3 noites). A última seção é feita de trem de Ollantaytambo para Aguas Calientes. É famosa pelas aldeias andinas que ensinam muito sobre sua cultura e tradição.
  • Inca Jungle – Essa rota de trekking inclui a prática de esportes de aventura, como ciclismo, canoagem, tirolesa e trekking. Também oferece uma visita aos banhos termais de Cocalmayo. Cada visita cobre aproximadamente 50 quilômetros. No penúltimo dia, você chega à cidade de Aguas Calientes via Hidroeléctrica na selva de Cusco.
Sítio arqueológico de Wiñaywayna
Sítio arqueológico de Wiñaywayna – Trilha Inca

Perguntas e respostas

  • 1) Como chegar a Machu Picchu a pé?

    Há várias maneiras de chegar a Machu Picchu a pé: pela Trilha Inca, com a rota alternativa via Hidrelétrica, bem como a rota final a pé a partir do vilarejo de Aguas Calientes.

  • 2) Quantos quilômetros a Trilha Inca de 4 dias percorre?

    A Trilha Inca de 4 dias cobre aproximadamente 40 quilômetros a pé.

  • 3) Quantos quilômetros a trilha Salkantay de 5 dias percorre?

    A trilha Salkantay de 5 dias cobre aproximadamente 70 quilômetros a pé.

  • 4) Quantos quilômetros são de Cusco a Machu Picchu?

    Machu Picchu fica a pouco mais de 100 quilômetros da cidade de Cusco (com a viagem de trem passando pela cidade de Ollantaytambo).

  • 5) Quantos quilômetros são de Aguas Calientes a Machu Picchu?

    Machu Picchu fica a apenas 10 quilômetros da cidade de Aguas Calientes (povoado de Machupicchu).

  • 6) Quantos quilômetros há da Hidroeléctrica até Machu Picchu?

    A estação Hidroeléctrica fica a 10 quilômetros da cidade de Aguas Calientes. Portanto, está a 20 quilômetros de Machu Picchu.

  • 7) Como fazer a rota para Machu Picchu pela Hidrelétrica?

    A rota para Machu Picchu por Hidrelétrica é feita contratando transporte turístico de Cusco. Você pode fazer isso on-line e com uma agência de turismo em Cusco. O custo médio é de 30 dólares para uma viagem de ida e volta.

  • 8) Posso fazer a Trilha Inca por conta própria?

    Não, essa rota de trekking é protegida pelo Ministério da Cultura do Peru. Portanto, somente visitantes com uma permissão especial solicitada por sua agência de turismo contratada podem entrar.

  • 9) Quantos quilômetros a Trilha Inca de 2 dias cobre?

    A Trilha Inca de 2 dias cobre aproximadamente 13 quilômetros a pé.

  • 10) Quantos quilômetros a trilha de Lares de 4 dias cobre?

    A trilha de Lares de 4 dias cobre aproximadamente 37 quilômetros a pé.

Conselhos de pessoas que estiveram lá

Machu Picchu

Francis A.Por: Francis A.

“Excelente“

“Foi uma aventura cheia de paisagens e até conseguimos ver alguns animais pelo caminho. Recomendo muito a caminhada até Machu Picchu pela Hidroeléctrica, uma experiência que você jamais esquecerá.“

 

Por Ticket Machu Picchu – Ultima atualização, maio 20, 2024